Dia Mundial do Meio Ambiente

Dia do Meio Ambiente

Imagem | Publicado em por | Marcado com , , | Deixe um comentário

Venha trabalhar na Neutralize!!

A Neutralize Carbono está contratando!! Confira abaixo o perfil da vaga e entre em contato conosco caso queira fazer parte de nossa equipe!

A Empresa:
A Neutralize Carbono é empresa pioneira na neutralização de emissões de gases de efeito estufa. Tendo começado as atividades muito precocemente cresceu com a filosofia de ter excelência em integridade ambiental. A solução que foi implantada no Brasil, em 2008, continua até hoje a ocupar o lugar de maior destaque de qualidade em neutralização. A razão é que sempre buscamos soluções replicáveis e que sejam sustentáveis no longo-prazo.

Desafio:
Hoje, nosso setor tem muitas soluções, de distintas naturezas, propósitos e alcance. Poucas pessoas entendem de fato os prós e contras de se neutralizar com um crédito de carbono de standard voluntário ou de um standard regulado ou por um plantio de árvore. Pra que possamos de fato combater o aquecimento global é fundamental termos conhecimento da natureza do aquecimento global e do alcance do que se propõe como solução. Dessa forma, seremos capazes de atingir a máxima integridade ambiental em nexo com o ambiente que nos circunda.

Oportunidade:
A Neutralize Carbono está em busca de um colaborador que tenha estudado o nosso site e compreenda como nossa solução se diferencia do resto do mercado.
A contração é para período integral (CLT).

Pré-requisito:
Idioma complementar fluente:    Inglês
Domínio do ambiente Windows com destaque para excel e powerpoint.

Conhecimento Desejável:
Mudanças Climáticas, Créditos de Carbono CER e VER, Mercado de Carbono, Neutralização de Carbono.

Diferencial:
Ter trabalho com neutralização, de emissões de CO2e,  como cliente ou fornecedor.
Conhecimento sobre redes sociais

Interessados enviar o currículo para:
felipe@neutralizecarbono.com.br

Publicado em Novidades | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Rock in Rio Neutralizou emissões de Carbono do evento no Brasil

A última edição do Rock in Rio no Brasil, realizada em 2013 no rio de Janeiro, teve suas emissões de carbono neutralizadas. Após realizado um detalhado estudo sobre o total das emissões geradas pelo evento, foram neutralizadas 8.685 toneladas de CO2.

A Neutralize Carbono foi a empresa responsável por assegurar que estas emissões foram neutralizadas de modo imediato e definitivo, através do uso de créditos de carbono de projetos ambientais certificados.

Confira abaixo o certificado de neutralização do evento!

Neutralização de CO2 Rock in Rio

 

Publicado em Novidades | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

MMA chama empresas para doar créditos de carbono na Copa do Mundo

Medida faz parte do esforço global pela redução das emissões de gases causadores do efeito estufa

baixo carbonoOs gases de efeito estufa emitidos pelas atividades da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 poderão ser compensados pelo setor privado. O Ministério do Meio Ambiente (MMA) lançou, no Diário Oficial da União desta terça-feira (15/04), chamada pública para empresas interessadas na doação de créditos de carbono. O edital ficará aberto até 18 de julho e será destinado a companhias “detentoras de Reduções Certificadas de Emissões (RCEs ou créditos de carbono) de projetos brasileiros do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL)” que pretendam participar das estratégias de compensação do governo federal para o campeonato.

As empresas que aderirem à chamada receberão o selo de sustentabilidade “Baixo Carbono”. A participação não envolve, portanto, qualquer tipo de transação financeira. Como contrapartida, os nomes das instituições serão veiculados nos relatórios de gestão e resultados do projetos e serão publicados em listagem organizada pelo poder público como doadores oficiais de créditos de carbono da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014.

SUSTENTABILIDADE

A chamada faz parte das ações brasileiras para o fortalecimento da sustentabilidade na Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Entram na lista ações relacionadas a construção e reforma de estádios, o transporte de público e jogadores, o uso de energia e a disposição de resíduos sólidos gerados nos locais dos jogos.

A iniciativa se baseia em estratégia semelhante adotada na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), realizada em junho de 2012. Para garantir o gerenciamento uniforme e o acompanhamento do processo de compensação, a doação de créditos de carbono da Copa do Mundo se concentrará em empresas interessadas no cancelamento voluntário de RCEs como forma de compensar as emissões do evento, assim como ocorreu durante a Rio+20.

O MMA procura, portanto, empresas que queiram doar RCEs provenientes de projetos brasileiros do MDL e já emitidas pelo Comitê Executivo do MDL. O montante de RCEs doadas deverá ter sido cancelado das contas dos participantes de projetos, garantindo que elas não sejam usadas futuramente para outros fins. O cancelamento poderá ser monitorado através do sistema de registro do Comitê Executivo do MDL, o que garante transparência para o processo.

SAIBA MAIS

A Neutralize Carbono foi a empresa pioneira no Brasil a trabalhar com esta metodologia para neutralizar emissões de CO2 e é especializada em projetos como este. Entre em contato conosco para aderir a esta campanha e ser uma das empresas patrocinadoras da sustentabilidade da Copa do Mundo no Brasil.

Acesse aqui o edital do chamamento público do MMA.

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Não se pode desmerecer o papel do IPCC

autor: Heitor Scalambrini Costa | Professor da Universidade Federal de Pernambuco

O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, da sigla em inglês) foi criado em 1988 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Organização Metereológica Mundial (OMM), e se tornou uma das referências mais citadas nas discussões sobre mudança climática. Em 2007, o IPCC dividiu o premio Nobel da Paz com o ex-vice-presidente americano, Al Gore, pelo trabalho de ambos na conscientização da comunidade e das lideranças mundiais para o problema e as consequências da mudança climática.

O IPCC é um órgão composto por delegações de 130 governos para prover avaliações regulares sobre a mudança climática global. Sua criação se deu devido à percepção de que a ação humana poderia estar exercendo uma forte influência sobre o clima do planeta, sobretudo através da emissão de gases – como o dióxido de carbono (CO2), óxido nitroso (N2O) e metano (CH4), que causam o efeito estufa. Desde então, o IPCC tem publicado diversos documentos e pareceres técnicos.

Sem duvida, é um órgão que sofre pressões políticas – ingenuidade seria pensar o contrário. A pressão é mais percebida nos textos destinados aos formuladores de políticas públicas, enviados pelos países que são os maiores poluidores do planeta, e que detêm maior poderio econômico-militar. Todavia o IPCC procura manter o seu perfil científico.

Como não existe infalibilidade nas ciências, em particular em um tema de tal complexidade científica, como a da interpretação dos fenômenos climáticos e sua correlação causa-efeito, algumas das previsões mais alarmistas do IPCC, no passado, contribuíram para certo desgaste de sua reputação e prestígio. Como foi o caso das previsões, em 2007, do desaparecimento das geleiras do Himalaia. O IPCC aprendeu e, por sua vez, passou a adotar critérios mais exigentes para as asserções e previsões incluídas em seus relatórios e pareceres.

Lamentavelmente uma minoria (minoria mesmo) de técnicos, cientistas, políticos, com interesses escusos, tenta enxovalhar o trabalho do IPCC. Assim, causando danos não apenas ao IPCC, mas aos moradores do planeta Terra, visto que as questões levantadas (cientificamente duvidosas) acabam postergando as medidas de políticas públicas que precisam ser adotadas com urgência pelos governantes. O que pode ser um erro fatal para o planeta – erro causado por esses que maculam o trabalho do IPCC.

Na historia recente da humanidade, temos exemplos de graves danos à vida humana causados pela intervenção de ditos “cientistas”. O exemplo mais contundente foi a “polêmica” provocada na segunda metade do século passado com relação ao cigarro provocar ou não o câncer. Dúvidas “plantadas” por lobbies poderosos (através desses “cientistas”) sobre a relação de causa-efeito atrasaram a tomada de medidas concretas contra o cigarro – medidas que poderiam ter evitado a morte de milhões de pessoas em todo o mundo.

Por outro lado, exemplos mostram que podemos tomar decisões coletivas para preservar o planeta. O Protocolo de Montreal é um bom exemplo. Este tratado mundial, assinado em 1987, levou ao banimento dos clorofluorcarbonos (usados então nos compressores de geladeiras residenciais em todo o mundo), que reduzem a camada de ozônio e agravam para os seres humanos as consequências das radiações ultravioletas, causa principal do câncer de pele. O tratado também impediu uma maior concentração de poluentes na atmosfera e mudanças climáticas ainda mais graves.

Não se pode desmerecer o papel do IPCC e a repercussão de suas conclusões, as quais definitivamente colocaram a discussão da mudança climática entre as grandes questões mundiais e um dos principais temas da agenda política em diversos países.

A polêmica e a crítica são boas e necessárias. O que deve ser repudiado são as tentativas de desqualificar esse órgão de fundamental importância para a compreensão das mudanças no clima e para a tomada de decisões urgentes que assegurem que a vida continue no planeta como a conhecemos… Pois assim queremos que continue!

Matéria originalmente publicada no portal EcoDesenvolvimento

Publicado em Novidades | Marcado com , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

CETESB – Inventário de emissões de GEE 2013

A CETESB está exigindo desde 2012, o reporte de dados referente ao inventário de emissões de gases de efeito estufa de uma série de empresas.

CETESB - GEE

Confira aqui a lista dos setores de atividades que devem apresentar o inventário de GEE à CETESB.

Publicado em Notícias | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Lollapalooza Neutro em Carbono

Neutro em Carbono

Neutro em Carbono

Publicado em Novidades | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário